MANIFESTAÇÃO NA PRAÇA DA REPÚBLICA – Protesto de hoje (22) será contra os gastos com a Copa do Mundo 2014

Posted on fev 22 2014 - 7:15am by William Camargo

22/02 – Está marcada para hoje, sábado (22), uma manifestação na Praça da República, no centro de São Paulo. O Protesto será contra os gastos para a Copa do Mundo 2014. No Facebook foi criada uma página para a Manifestação que até ontem possuía mais de 13,4 mil presenças confirmadas.

A Polícia Militar de São Paulo fez anúncio de que haverá um reforço na segurança com mais um grupo de 80 a 100 policiais treinados em artes marciais. Este grupo é apelidado de Tropa do Braço. Os Pms vão acompanhar de perto o protesto que acontece neste sábado (22).

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) intimou manifestantes suspeitos de “práticas criminosas” para prestarem depoimento hoje (22), às 16h. Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública de São Paulo (SSP), as oitivas fazem parte de uma série de depoimentos que estão agendados. Desde outubro, quando foi instaurado o inquérito para investigar os participantes de protestos, foram ouvidas mais de 80 pessoas.

Alguns usuários relacionam o horário dos depoimentos com a hora do protesto, como se houvesse uma tentativa de impedir algumas pessoas de participar do ato.

Por William Camargo/Folha Paulistana
Com a Agência Brasil

The following two tabs change content below.

William Camargo

William Camargo, 41 anos, nasceu em São Paulo, no bairro do Jaraguá, Zona Oeste. Se formou em jornalismo na Universidade UniSantana com ênfase em fotojornalismo. É morador da cidade histórica de Santana de Parnaíba. Teve passagem por veículos de comunicação nacional e internacional, bem como agências de notícias. O jornalista William Camargo, pratica o jornalismo desde os 14 anos de idade, quando também teve seu primeiro contato com a fotografia, vindo posteriormente a se especializar na área, tornando-se professor desta disciplina. Atualmente é editor do portal de notícias Folha Paulistana, no qual exerce a função desde 2007. Uma segunda atividade a qual se dedica é a publicidade, visto que uma de suas grandes paixões são as fotografias publicitárias, em especial as de alimentos. "A comunicação corre como sangue em minhas veias. Se um dia não puder mais me comunicar seja online ou pelas fotos! Como disse o mestre Renato Russo: 'Não é o que se diz, mas sim como se diz'!", comentou o jornalista. "O dia que eu tiver que me vender para sobreviver da notícia, significa que eu parei de escrever e parei de fotografar, pois minha ética não me permite jamais dar um preço para publicar uma notícia que não seja totalmente verdadeira", finalizou.