TROMBA D`ÁGUA EM LAJEDINHO (BA) – 16 mortes são confirmadas pela Defesa Civil e 200 famílias desabrigadas

TROMBA D`ÁGUA EM LAJADINHO (BA) - 16 mortes são confirmadas pela Defesa Civil e 200 famílias desabrigadas - Reprodução
TROMBA D`ÁGUA EM LAJEDINHO (BA) – 16 mortes são confirmadas pela Defesa Civil e 200 famílias desabrigadas – Reprodução

10/12 – A Defesa Civil confirmou 16 mortes e mais de 200 famílias desabrigadas no município baiano de Lajedinho, na Chapada Diamantina, atingido por um temporal no último sábado (7). Diante da situação, o prefeito Antônio Mário Lima decretou estado de emergência.

A área antiga da cidade, onde fica a maior parte do comércio, prefeitura e secretarias, foi totalmente destruída. O prefeito, que está entre os desabrigados, informou que o município vai receber ajuda estadual e federal para a reconstrução de mais de 200 casas fora de área de risco, na parte alta da cidade.

As famílias que perderam as casas ou tiveram que as deixar estão sendo levadas para escolas municipais, onde recebem alimentação, roupas e cobertores. Segundo informações divulgadas no site do governo estadual, moradores e prefeitos de cidades vizinhas estão enviando doações, como roupa e comida, para Lajedinho. Voluntários da Cruz Vermelha ajudam na distribuição de cestas básicas, água e remédios.

A identificação dos corpos é feita por meio de impressão digital, documentos pessoais ou reconhecimento de parentes.

Na tarde de ontem (9), o ministro da Integração Nacional, Francisco José Coelho Teixeira, e o governador Jaques Wagner estiveram na cidade para verificar os danos causados pelas chuvas e traçar um plano de apoio às famílias afetadas.

Da Agência Brasil
Edição final: Natasha Mekanna/Folha Paulistana

William Camargo

William Camargo, 42 anos, nasceu em São Paulo, no bairro do Jaraguá, Zona Oeste. Se formou em jornalismo na Universidade UniSantana com ênfase em fotojornalismo. É morador da cidade histórica de Santana de Parnaíba. Teve passagens por veículos de comunicação nacionais e internacionais, bem como em agências de notícias. O jornalista William Camargo, pratica o jornalismo desde os 14 anos de idade, quando também teve seu primeiro contato com a fotografia, vindo posteriormente a se especializar na área, tornando-se professor desta disciplina. Atualmente é editor do portal de notícias Folha Paulistana, no qual exerce a função desde 2007. "A comunicação corre como sangue em minhas veias. Como disse o mestre Renato Russo: 'Não é o que se diz, mas sim como se diz'!", comentou o jornalista. "O dia em que for necessário me vender para sobreviver do jornalismo, significará que minha carreira terminou!! Não me vendo e acredito que a verdade tem que ser dita, doa a quem doer", finalizou.